Eu espero que as ideias ajudem você.

Quer ter resultados supremos sem depender de ninguém?

Você resolveu zerar carboidratos? Aqui o que pode acontecer.

->Parar de comer carboidratos mudou minha vida!
->Comecei a comer só gordura e proteína e agora me sinto ótimo!
->Se você quer perder peso, cortar carboidratos é a única solução.

Será mesmo?

Muita gente associa o consumo de carboidratos ao ganho de peso. Bolos, tortas, chocolates, pudim, tortas, bolachas. E alguns, mais radicais, dizem que até “frutas” engordam: pela alta concentração de frutose e os temidos picos insulina.

Seriam os carboidratos os vilões de todas as dietas?
Eles que causam os altos índices de obesidade que vemos hoje em dia?

Eu acredito que não.
Vou explicar.

O segredo por trás de uma dieta restrita em carboidratos

O que está por trás do resultado de dietas cetogênicas é a diminuição CALORIAS.
Pronto. Estraguei a surpresa.

Calorias são o combustível usado pelo seu corpo para realizar suas atividades diárias e te manter vivo.

Quando há um corte de carboidratos, você, indiretamente, reduz a sua ingestão de “energia”, comendo menos alimentos que possuem alta quantidade de calorias em uma pequena porção.

Bolos, tortas, chocolates, pudim, tortas, bolachas. Possuem muitas calorias em pequenas quantidades, por isso é fácil ganhar peso comendo esses alimentos. O problema não são os alimentos, mas o quanto é fácil extrapolar o número de calorias consumidas em uma dieta que tenha como base esses alimentos.


Discussão com um guerreiro cetogênico – Jordan Syatt

Lei da conservação de energia

Ah não! Física?
Vai valer a pena. Eu prometo

Entenda de uma vez os princípios e você jamais será passado para trás.

Na física, a lei ou princípio da conservação de energia diz que a quantidade total de energia em um sistema isolado permanece constante. Energia não pode ser criada nem destruída: a energia pode apenas transformar-se.[1]

o que isso tem haver com alimentação?

Muita coisa:
1 – Todo alimento consumido é uma fonte de energia para o nosso corpo.
2 – Alimentos possuem “energia”. (Química)
3 – A energia química dos alimentos é transformada em outras formas de energia pelo nosso corpo para nos manter vivos e permitir a realização de nossas tarefas diárias.
4- Toda energia em excesso é armazenada no seu estoque energético favorito -> Gordura
5 – Para suprir nossas necessidades de energia, quando não há energia suficiente, nosso corpo quebra moléculas do próprio organismo para produzir energia.
6- Esse processo é chamado de: Perder gordura, o “pneuzinho”, a barriga de chop.

(Sem dúvida estou simplificando muito um processo extremamente complexo. Experts que estão com seus cabelos entre unhas agora. Um coração ❤️ )

Então, para perder peso (gordura) devemos cortar todos os carboidratos da nossa dieta? Não. Devemos, consumir menos calorias do que gastamos no longo prazo.

Porém, você não está interessado nisso. Você quer uma solução rápida que demande o mínimo de investimento cognitivo possível, além de um iate e namorar uma modelo. Legal.

Imagine o cenário

->Você quer perder peso.
->Alguém vem com uma estratégia inusitada de cortar todos os carboidratos da sua dieta.
->Te promete os melhores resultados que você pode imaginar.
->Você perde peso.
->Fica feliz.
->Se transforma em um defensor da dieta com zero carboidratos.
->Defende a nova dieta como a “única forma de perder peso”, a melhor dieta do mundo.

Passam 2 meses:

->Você se sente estressado.
->Não pode mais consumir alimentos que antes gostava e faziam parte do seu dia a dia porque “vão te engordar”. 
->Brigou com alguém no trabalho
->Chega em casa
->Cansado & estressado.
->Come 10 pacotes de oreo, pede uma pizza e 1L de açai.

Moral da história:
Restrições em excesso não são mantidas para o longo prazo. Se você soubesse que não são os carboidratos os vilões, mas sim o consumo de calorias em excesso, talvez essa bomba nuclear pudesse ser evitada. Esse cenário é fictício, mas ele traz uma situação que muitos podem se identificar.

O que eu quero provar?

O ponto que eu quero demonstrar é o motivo dos resultados por trás da dieta low carb: Menos calorias consumidas.

Você provavelmente conseguiria obter os mesmo resultados consumindo os alimentos que você tem preferência.

Pessoas não se adaptam a dietas. São dietas que devem se adaptar para suas preferências, hábitos e rotinas.

A dieta low-carb não é ruim. Nenhuma dieta é. Não existem dietas falhas. Dietas são apenas estratégias de alimentação, modos de vida que nos permitem atingir nossos objetivos e nos manter neles.

Se você ama comer os alimentos que englobam a sua dieta e se vê consumindo esses mesmos alimentos para a próxima década, você está no caminho certo e tem o meu sincero apoio e admiração.

Sou contra cortar carboidratos?

Não. Sou contra você fazer algo que não consegue manter para o longo prazo. Do que adianta atingir o físico dos seus sonhos por 3 meses?

Cortar carboidratos é uma questão de preferência pessoal. Algumas pessoas fazem e gostam. Assim como qualquer outra dieta, a low-carb pode funcionar. De fato funciona para muita gente, mas, como notado antes no artigo, pelos seguintes motivos:

->Você aumenta sua ingestão de verduras & frutas (densidade calórica) 
->Geralmente começa a comer mais proteína.
->Se sente mais saciado pelo maior volume de alimentos.

Tudo isso te leva a consumir menos calorias. E consumindo menos calorias do que você gasta, em um período prolongado, você perde peso.

A dieta low-carb pode funcionar, mas passa longe de ser a única, ou “a melhor dieta” para perda de peso. Essa ainda está no período de testes, na fábrica de presentes do papai noel, no polo norte.

O que os estudos mostram?

Não acredite em mim. Acredite em alguns estudos que listarei aqui. Fique a vontade em pular essa seção se estudos científicos te dão sono, mas garanto que vai perder uma das minhas partes favoritas.

Johnston et al(2006)
->20 Adultos obesos foram aleatoriamente selecionados para dois grupos
-> Carbo alto vs Carbo baixo
->Protéina e calorias eram as mesmas nos dois grupos.
->Todas as refeições foram preparadas no laboratório.

Resultados: Depois de 6 semanas os dois grupos tiveram aproximadamente a mesma quantidade de peso e gordura perdidos.

Soenen elt al(2012)
->Foram comparadas 4 dietas com níveis diferentes de carboidrato e proteína.
->O Estudo durou 12 meses.

Resultados: As dietas de alta proteína promoveram maior perda de peso, mas não foram observadas diferenças entre as dietas com alto ou baixo carboidrato.

Segal-Isaacson et al (2004)
->4 mulheres acima do peso em período pós menopausa.
->Baixo carbo (5%) vs dietas com alto carbo (55%).
->Proteína e quantidade de calorias iguais
->Design de Crossover: Cada participante seguiu as duas dietas, Alternando entre 6 meses.
->Almoço e jantar servido e preparado pelo laboratório.

Resultado: Nenhuma diferença significante foi observada entre os dois tipos de dieta. Ambas resultando em perda de peso.

META-ANÁLISE:

META-ANÁLISE: 
Uma análise estatística que agrupa um grande número de estudos e traça uma tendência para qual é a melhor resposta para algo no momento. Nesse caso: “Dietas restritas em carboidrato são melhores para perda de peso?”

Ce Naude et al (2014)
->Foram analisados 19 estudos.
->Mais de 914 participantes inclusos.

Resultado:Os estudos demonstram perda de peso a curto prazo, independentemente de a dieta ser baixa em carboidratos ou equilibrada. 

Ariel University (2015)
->9 estudos selecionados
->1161 indivíduos

Resultado: Os dois tipos de dietas para perda de peso centradas em macronutrientes produziram perda de peso. A manipulação da composição de macronutrientes das dietas para perda de peso não parece estar associada a perda de peso ou resultados metabólicos significativamente diferentes.

Mesmo assim você vai zerar carboidratos?
Aqui o que pode acontecer.

Depois de toda essa conversa você ainda está resolvido de que a dieta low-carb é para você e acredita que é um bom palpite para ajudar a alcançar suas metas no futuro. Ótimo!

Pelos motivos certos, agora, podemos analisar o que acontece quando entramos em uma dieta baixa em carboidratos.

1.Seu peso vai cair rapidamente.
Essa queda inicial é água! Estoques de glicogênio – carboidrato intra-muscular – é esgotado sem o consumo de carboidratos. Cada grama de glicogênio traz consigo 3 a 4 gramas de água. Com menos glicogênio, sem corpo armazena menos água.

No início, não quer dizer que você está perdendo gordura, mas essa queda surpresa é um belo motivacional para muita gente.

2.Você provavelmente vai comer mais proteína e verduras te deixando mais saciado após suas refeições.
Menos fome, te faz comer menos, comendo menos, você come menos calorias, comendo menos calorias, por tempo suficiente, você perde peso. A receita funciona todas as vezes.

3.Você provavelmente vai sentir um pouco de fraqueza no início.
Tanto por causa do corte de carboidratos quanto por você estar consumindo menos calorias do que você gasta.

Alguns tendem a se adaptar depois de algum tempo. Passam a usar a gordura como “fonte primordial de energia”. Não que isso seja algo mirabolante, é só uma adaptação fisiológica ao substrato energético de maior disponibilidade no momento para o seu organismo.

A maioria dos sintomas que se experiencia depois da entrada em uma dieta cetogênica pode ser associada ao corte inicial de calorias. Um déficit calórico traz consigo alguns sintomas comuns, como a fadiga.

Aguente firme nesse período inicial. É provável que em 1-2 semanas esses sintomas diminuam ou desapareçam. Se as coisas só piorarem, usar a máxima do comercial de remédio pra gripe: “AO PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO”

Sim. Você leu com a voz do comercial.

4.Você vai perder peso – gordura – se conseguir manter essa dieta no longo prazo.

De novo, não por causa que você parou de comer carboidratos, mas por retirar pães, tortas, bolos, doces, arroz, refrigerantes, bolachas fica bem mais fácil limitar o total de calorias consumidas em um dia.

5.Talvez você sinta vontade de comer alguns outros alimentos na sua dieta e acabe a “furando” no longo prazo.

Se esse não é o seu caso, pois você ama consumir uma dieta rica em gordura e baixa em carboidratos, maravilha!

Mas se você se sente muito restrito fazendo essa estratégia, Sonha com arroz de noite e gosta de consumir uma grande variedade de alimentos ricos em carboidrato na sua dieta, saiba que para perder peso a dieta low carb não é a única via possível.

Muitas estradas levam a Roma.Não ame a estratégia, ame o resultado. Talvez uma dieta balanceada entre carboidratos, gorduras e proteínas? possa funcionar também. Todavia, quem sou eu para decidir por você.
Sou apenas uma voz escrevendo na internet.

Conclusão:

  • A melhor dieta não existe
  • A melhor dieta é aquela que alia suas preferências pessoais aos seus objetivos de longo prazo.
  • Cortar completamente um macronutriente da dieta pode levar a grandes restrições e tornar a dieta insustentável.
  • Para alcançar o físico dos seus sonhos faça somente aquilo que você se imagina fazendo para as próximas décadas e não para o próximo verão.
  • Se cortar carboidratos funciona para você, continue. 
  • Se cortar carboidratos não funciona para você, troque de estratégia.
  • Para perder peso você não precisa cortar carboidratos, mas precisa consumir menos calorias do que você gasta.
  • Diversas estradas levam a Roma. Ame o resultado, não a estratégia.

Obrigado pelo seu tempo.


Rodapé

1. Muito do conteúdo desse artigo foi construído em cima dessa palestra do Dr. Brad Schoenfeld. Ele é um especialista tanto em crescer músculos quanto em exterminar gordura.

2. Créditos ao Jordan Syatt Pela foto da “conversa com o amigo” Ele posta ótimos conteúdos no seu instagram.

IM
🤔 Ficou alguma dúvida?
  • Antes, veja as maiores perguntas que recebo aqui.

  • Me faça sua pergunta por email aqui.

  • Ou faça sua pergunta no meu Instagram.

📄 Os melhores artigos da internet

Se você achou esse artigo legal… Espere ver os meus melhores…

🚀 Ter resultados

Espero que as ideias ajudem você

Quer ter resultados supremos sem depender de ninguém?

📕 Os 7 princípios do sucesso físico

Baixe o meu livro de graça.
E aprenda o que outros cobram R$297 para ensinar você.

Baixe o meu livro de graça. 
E aprenda o que outros cobram
 R$297 para ensinar você.

Foque no essencial. Pule as besteiras. Economize anos de erros.  

Foque no essencial.
Pule as besteiras.
Economize anos de erros.  

Sem spam. Sem suplementos inúteis. Saia a qualquer momento.
Só as melhores ideias sobre treino, dieta e livros.
Sem spam.
Sem suplementos inúteis.
Saia a qualquer momento.
Só as melhores ideias sobre treino, dieta e livros.
Eu em 10 segundos:
 
Meu nome é Matheus. Sou o criador do Inteligência Muscular.
Um site sobre treino, dieta e livros.
 
Entrego as melhores ideias da internet de uma maneira simples e prática.
Milhares de pessoas acessam meus artigos todo mês.
 
Quando não estou escrevendo, ajudo naturais a conquistar o sucesso físico.
Sem drogas. Sem dores. Sem sofrimentos. Veja aqui.
IM

Vai sair sem baixar meu livro?

Sem entrar no SFP?

O que eu ganho?

•1 email SFP ás sextas. Sabedoria. Físico. Prática. Mais inteligente, saudável e próximo dos seus objetivos.

•Livro IM. Aprenda tudo sobre treino, dieta, cardio e suplementos para ter resultados sem anabolizantes.

•Dinheiro. Economize rios de dinheiro em suplementos inúteis, vigaristas e anabolizantes.

•Tempo. Tenha resultados de anos – em meses – com dicas científicas fitness.

•Responsabilidade. Leia mais. Treine mais. Coma melhor. Viva mais.
Escolhas difíceis hoje. Vida fácil amanhã.

Só me dizer para onde enviar:

•Sem spam.
•Sem suplementos inúteis.
•Sem rasteiras.

Só as melhores ideias sobre: Treino. Dieta. Livros.